julho 21, 2010

Ausência

Às vezes chove dentro de mim, e tem dias que o sol lá fora, queima os meus olhos encharcados. Em dias que não se tem nada para ocupar a mente, eu sinto a sua ausência ao meu lado. Construí minha vida ao redor da sua, você é uma continuação minha, eu sou uma continuação sua. Mas outros dias virão, onde tudo vai passar, onde eu vou mudar querendo ou não; entre tantas coisas, aprendi isso com você.

E.

4 comentários:

  1. Construi minha vida ao redor da sua, você é uma continuação minha, eu sou uma continuação sua. Mas outros dias virão, onde tudo vai passar, onde eu vou mudar querendo ou não; entre tantas coisas, aprendi isso com você.

    Perfeito esse post *-*

    ResponderExcluir
  2. 'onde eu vou mudar querendo ou não;' o pior é que ás vezes a gente vê que nos faz mal e que não tem mais jeito, mas, aí no fundo ainda temos uma esperança que aquilo vai melhorar, e então ficamos criando uma fuga das oportunidades de mudanças que aparecem. S:

    ResponderExcluir
  3. "Às vezes chove dentro de mim, e tem dias que o sol lá fora, queima os meus olhos encharcados. "
    Quem nunca saiu numa bela manhã de sol, depois de uma madrugada em prantos, e sentiu os raios queimarem as lágrimas como se em um milagre pudesse fazer a dor contida naquelas lágrimas também serem queimadas.

    ResponderExcluir
  4. Mto bom!! Você escreve muito bem, consegue fazer com que a gente sinta o sentimento do texto, e isso arrepia. Vou seguir teu blog e gostaria de copiar algumas postagens, citando sua autoria, claro. Mas aguardo autorização, rs. Abraços.

    ResponderExcluir

"Um sorriso que derreta satélites e corações gelados."