setembro 04, 2010

Do verbo esperar


"Viu os frutos do pomar amadurecer e serem colhidos, viu a neve derreter-se
nas montanhas. Mas nunca mais viu o príncipe."
(Hans C. Andersen)

Continuei morando na mesma rua; mesmo desbotada, a casa ainda tinha a mesma cor: azul claro - a preferida dele. O quintal ainda estava florido, não deixei nossas flores morrerem, assim como uma parte de mim; e os beija-flores continuaram a me visitar. Eu ainda sentia o cheiro dele e havia sempre duas xícaras sobre a mesa. Continuei agindo como se ele nunca tivesse partido. Mas sempre a espera dele. O tempo foi passando [...]. Um dia, os beija-flores deixaram de me visitar; e junto com o jardim, morreu todas as esperas(nças).
E quanto tempo conseguimos esperar que alguém volte para nossas vidas? 
E. N. 

"As luzes da casa nunca mais tornaram a acender com sua chegada." (Caio F.)

11 comentários:

  1. "E quanto tempo conseguimos esperar que alguém volte para nossas vidas?"

    até o ultimo choro, que você não saberá que é o ultimo... até a decepção maior, até não houver mais forte pra continuar, mesmo com tanto sentimento.

    post perfeito!

    ResponderExcluir
  2. 'E quanto tempo conseguimos esperar que alguém volte para nossas vidas?'

    eu tbm não seei, só sei que essa espera me mata aos poucos .

    ResponderExcluir
  3. A gente espera, até nao aguentar mais, até algo la dentro, lá no fundo nos dizer que nao tem mais jeito, que ele nao virá..

    beeijos

    ResponderExcluir
  4. "Continuei agindo como se ele nunca tivesse partido." É isso que temos que pelo menos tentarmos fazer!


    Sempre sabemos, se adiantar esperar ou não.

    Beijos.


    (Pê)

    ResponderExcluir
  5. Mágico!
    Você escreve muito bem e o seu espaço é lindo.

    Matheus

    ResponderExcluir
  6. E quando parar (se parar), agente não vai voltar a sentir o sentimento igual ao passado; vai ser ser sempre algo sem o mesmo brilho e intensidade. Algo que em alguns instantes vai passar, fácil de esquecer. (...)

    esse post seeu, me falou denovo, o que eu to passando .

    ResponderExcluir
  7. "amanheceu, o café esfriou e voce nunca esteve aqui" esse texto me lembrou essa frase mais o menos nessas palavras. muito lindo e triste, porem da a perceber que esta na hora de "recomeçar" e se o principe nao passa, a gente da outro jeito ahhahah muitas vezes esperar nao é suficiente, mas sim fazer algo enquanto se espera, pra mim essa situação ta sendo questao de paciencia :s

    ResponderExcluir
  8. Nadine, eu creio que consigamos esperar pelo mesmo tempo vazio que um dia fora preenchido pela presença desse alguém. Caio F. Abreu é mesmo muito bom.

    Deixo um abraço.

    Jefhcardoso

    ResponderExcluir
  9. 'E quanto tempo conseguimos esperar que alguém volte para nossas vidas?'
    [Erllen Nadine]


    Sabe é o que eu mais gostaria de saber....

    Senti falta de estar por aqui tb....

    e não me lembro se da última vez que vim aqui se tinha essa lista de músicas, ou se já comentei, por via das dúvidas comento de novo, tudo muito perfeito....
    Algumas não conheço, mas vou baixar concerteza...

    ResponderExcluir
  10. Olá,

    Tudo bem?
    Gostei do teu blog. Cheio de belos textos e ainda com belas músicas. Suponho que és fã da banda Los Hermano, assim como eu.

    Vou te seguir!

    escrita-fina.blogspot.com

    Até mais!

    ResponderExcluir

"Um sorriso que derreta satélites e corações gelados."