fevereiro 28, 2012

Vamos celebrar a estupidez humana (de novo)

Kurt Cobain

Tentei ser educada, juro que tentei ser educada com essa gente nessa porra! Cansei. Puta que pariu, a terceira vez que tô aqui, fazendo um maldito post sobre esse povo sem um pingo de respeito pelos outros. Será que custa colocar o nome do autor de um determinado texto? Será que custa dá uma pesquisada para saber quem escreveu?

O tumblr é uma coisa séria. Se tiver o nome do CAIO, todo mundo rebloga, essas menininhas nem leem o que tem lá. O fotolog é uma merda mesmo, a maioria não dá pra comentar e falar mal beeem muito: Esse texto é meu!
Eu que senti, vivi, chorei e ri pra escrever isso tudo! São MEUS. Se vocês se identificam que ótimo! Ou não. Mas ainda assim são MEUS. Eu só quero minha autoria neles, como qualquer outra pessoa que escreve quer a mesma coisa!

Tem gente com tanta cara de pau, que copia tudo igual, Karine Bass se preocupou até em colocar Conversa de botas batidas como no original, mas não colocou a autoria.

Dos diálogos que não aconteceram (dezembro de 2010)
http://ksilvaoliveira.blogspot.com/2011/01/dos-dialogos-que-nao-aconteceram.html#comment-form

Igual a essa Cayty u.u
Barquinho na correnteza (fevereiro de 2011)
http://caytyferracini.blogspot.com.br/2011/02/tempestade-que-chega-e-da-cor-dos-teus_21.html#comment-form

Essa menina aqui foi a gota d'água. Copiou o início do meu texto e escreveu umas coisas depois. Que falta de criatividade! Achou que eu nunca ia descobrir, haha.


O facebook também é uma praga, mas não é pior do que esses "fãs" do Caio Fernando. Não sei quando esse texto, Meio a meio (julho de 2010), passou a ser "considerado" do Caio, mas tenho quase certeza que isso começou no orkut. Quer ler uma ótima crônica sobre Caio e o face? Aqui ó.
















O campeão de reblogagens:

Vice campeão

Mais um pra coleção

até nas respostas do yahoo meu texto foi parar ;o
http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20110911161218AAM3dci

os copiadores:













http://things-just-love.blogspot.com/2010/10/faltava-um-pedaco-teu.html#comment-form

http://coisasquenaotefalei.blogspot.com/2010/09/fazem-meses-que-nao-te-vejo-que-nao.html?showComm
ent=1330384890871#c9122572639416934719

http://www.fotolog.com.br/lais_pricila/92903538/

http://www.fotolog.com.br/cecylima/78889507/

http://www.x-flog.com.br/sunchinem/2015828

http://piorveneno.tumblr.com/post/16268920707/fazem-meses-que-nao-te-vejo-que-nao-falo-com

http://lorraineribeiro.blogspot.com/2010/09/fazem-meses-que-nao-te-vejo-que-nao.html#comment-form

http://gabriiellaaraujo.blogspot.com/2011/02/quero-seu-beijo-quero-seu-cheiro-quero.html


http://misturaamorcomprazer.blogspot.com/2011/02/nao-sei-se-voce-esta-bem-se-esta.html?showComment=1330386080414#c8283315420777804599

http://www.fotolog.com.br/andressamendonca/81883429

http://meme.yahoo.com/landicarvalho/p/xxztffx/

http://www.fotolog.com.br/milla_girl/102446948/





Agora acham que o meu texto é da Tati Bernardi :@@


Não é a primeira vez que esse imbecil aqui me atormenta: Gustavo Sales.
http://www.fotolog.com.br/gustavosales/37817387/

http://www.fotolog.com.br/gustavosales/37834186/

A bailarina e o astronauta* (novembro de 2010)
http://www.fotolog.com.br/gustavosales/37794159/


http://liviasoouza.blogspot.com/2011/05/vai-me-amar-amanha-porque-se-nao-for-me.html


http://www.fotolog.com.br/camillelyra/77145290/

http://beorappear.tumblr.com/post/5482907808/vai-me-amar-amanha-porque-se-nao-for-me-diga

http://vasodeporcelana.tumblr.com/post/5485904838/beorappear-vai-me-amar-amanha-porque-se-nao

Caminho (agosto de 2010)
http://feeling-f
elling.blogspot.com/2010/08/sei-la-to-estranha-hoje.html

Pretérito imperfeito (agosto de 2010)
http://eunemteamo.tumblr.com/post/904838041/voce-gostava-de-mim-eu-amo-voce-sabe-o-que-os

Perto do coração (setembro de 2010)
http://www.flickr.com/photos/dicereja/5127182100/

http://neeh22.tumblr.com/post/11253364830/apesar-de-muito-meu-amor-e-muito-maior-apesar

http://monicadpinhao.blogspot.com/2010/10/ele-odiava-aquele-batom-escarlate.html


Sorriso (mudo) (agosto de 2010)
http://www.fotolog.com.br/vidaded/27822157/

fevereiro 19, 2012

A vida íntima de Laura

Mirage 

"Vida íntima quer dizer que a gente não deve
contar a todo o que se passa na casa da gente."
(Clarice Lispector)

Ela não havia mudado muito desde a última vez que a vi exceto pelo cabelo mais escuro e o batom mais vermelho. Ainda possuía o mesmo encanto destruidor. Da sua janela saíam os acordes das bandas undergrounds de Nova York; e os sábados era sua fuga, uma espécie de suicídio para as lembranças, afogadas em cada dose de bebida.

Eu levei semanas para descobrir seu nome, e levaria anos para saber sobre sua vida. No entanto, havia três momentos em que eu sabia exatamente quem ela era.

No bar: eu servia sua bebida, acendia seu cigarro, então falávamos sobre o 'lirismo dos bêbados, dos clowns de Shakespeare', das Mulheres de Bukowski. Éramos amantes, e não seríamos mais que isso.

Na sala: quando eu a fazia perguntas, o silêncio que escorria era a resposta. Ela amava alguém, e por algum motivo não podia mais tê-lo. Pensava nele todos os dias, embora não quisesse.

Na cama: eu gostava de vê-la arrepiada, toda vez que eu beijava sua nuca. Seu coração e corpo despidos em cima do meu, eu tragava teus beijos até o fim.

Laura é um abismo, um abismo irresistível. Ela é inconstante e uma fonte de histórias pela metade. E minha única certeza é que ela é das mulheres que destrói a vida de qualquer um.

Erllen Nadine

"Tão errada. Tão bela. Tão má. Tão Laura." (Jennifer Lynch)

___________________________________________________________________________________________

*Laura pertence a esse conto e nasceu aqui.
**O título é o mesmo de um conto da Clarice, a única coisa em comum.
***A citação dentro do texto é de Manuel Bandeira.
****Mulheres (1978) é um romance de Charles Bukowski.

fevereiro 04, 2012

Carna(va)l

Mirage

Naquele altar, muitas sensações percorriam meu corpo. E apenas um pensamento eu tinha, e não era sobre o homem que estava ao meu lado, que por mais maravilhoso que ele fosse não me tinha por completo. Passaram-se anos, e certas faíscas não se apagaram do coração.

(Dizem que amor de carnaval acaba em cinzas. Aquele não. Ele era de outra cidade, outro estado, e possuía um sorriso e as coxas tão incríveis que eu jurava que era de outro planeta. Era amigo de um amigo, com aquele dilema-clichê que faz qualquer um se apaixonar.

Lembro-me de todos os dias, especialmente daquela terça feira mágica. Ele olhou para as estrelas de papel no teto do meu quarto, e me puxou para mais perto enquanto dizia:

— Você. Você é o mais perto das estrelas que eu consegui chegar.

Não disse nada, só deixei meu-corpo-no-dele. Mas o outro dia era quarta-feira de cinza, das paixões que se apagam e do resto de samba não ensaiado. Foi embora, quase do jeito que veio. E um dia, não atendeu minha ligação, não respondeu minha carta. E jamais entraria por aquela porta. Sabemos quando algo termina, mas nunca sabemos quando termina dentro de nós.

Existem muitos cinco dias dentro de uma paixão e outra. Muitos cinco dias que enlouquecem. E é preciso até menos que isso para cair dentro de um romance. Eu o amei em segredo durante cinco dias. E o resto da vida.)

Saí do meu devaneio e me voltei para uma aliança. Há três palavras que salvam uma vida. Há uma palavra que a modifica completamente.

— Sim.

Erllen Nadine

"Nunca disseram adeus, nem até mais (...). Eles esperavam um pelo
outro, embora nenhum pedido tenha sido feito." (Cáh Morandi)