janeiro 05, 2016

Jess


Se eu nunca ver você de novo
Eu sempre vou levar você
dentro
fora

na ponta dos meus dedos
e nas bordas do meu cérebro

e em centros
centros
do que eu sou do
que restou.

Bukowski 

Mirtle

Um comentário:

  1. Um poema que, ao passo que me rasga, também me reconstroi.

    (Que lindas combinações visuais por aqui).

    ResponderExcluir

"Um sorriso que derreta satélites e corações gelados."