07 setembro, 2010

Não se pode ter medo


"Tudo neles era recíproco - e o medo de se ferirem cresceu junto para explodir num silêncio súbito." (Caio F. Abreu)

Ao som de Stop Crying Your Heart Out (Oasis)

Ele sentia que ela era a única que poderia entendê-lo, e talvez por isso, contava apenas para ela dos seus problemas, sentimentos, desejos. Às vezes ele a acordava à meia noite com mensagens de amor ou piadas sem graça, tão sem graça que a fazia rir; e depois ela voltava a dormir bem melhor. Ele a desenhava, e mesmo com traços meio tortos, seus corpos completavam-se muito bem. Ele cantava desafinadamente para ela adivinhar as músicas e ela sempre acertavam. Porque ela sempre sabia a nota seguinte, o minuto seguinte, que tipo de música ele iria cantar - apenas pela expressão que ele fazia. Ela sabia de cada passo que o coração dele mandava seguir.

E juntos sabiam, que não se pode ter medo.

E quando tiveram medo: Tudo se cobriu com poeira - as mensagens eram de meses passados, as risadas pararam no tempo, os desenhos desbotaram-se, a música transformou-se em silêncio. Não houve mais expressões com significados e nenhum coração batendo.

Erllen Nadine

"E eles ficaram ali, olhando um para o outro, com os restos do amor no chão."
(André Gonçalves)

10 comentários:

  1. Olá tudo bem!
    Meu nome é Paulo Freitas sou responsavél pelo portal de música gospel (www.musikar.com.br) estou lhe convidando a fazer parte da nossa lista de parceiros e ajudar a divulgar o portal MUSIKAR, adicione nosso banner (pegue na nossa pagina inicial) e nos avise em seguida que adicionamos um link apontando para seu site em nossa lista de blogs parceiros.
    Parceria que ajudará ambas as partes!

    Desde Já agradeço pelo sua atençâo.

    ResponderExcluir
  2. Amo o que você escreve, e as combinações de outros textos que você faz! Sempre muito perfeito. E linda a música que você tava ouvindo. *-*

    beijão minha flor :*

    ResponderExcluir
  3. Ela sabia de cada passo que o coração dele mandava seguir.
    Pefeito! a e Oasis é massa!

    " Faça seu coração parar de chorar. "

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi Nadine!

    Encontrei o seu blog quando fui comentar no blog da Débora. Eu conheço uma moça que tb se chama Nadine, conheço pela net, sempre comentamos em uma comunidade do "Eu lírico no orkut" Quando eu vi o seu blog, me lembrei instantaneamente dela.

    É muito feminino o seu blog, bonito!
    E vc escreve bem, suas citações são adequadas. Ah, nem falo que vc gosta de ler Caio F.

    Meus parabéns!

    ResponderExcluir
  5. Que texto perfeito garota! Eu amei!

    Selinhos pra ti no meu blog, viu? Beijos linda!

    ResponderExcluir
  6. Ai meu Deus guria, tu não sabe como me deu um risco no coração, um pulsar com dor de ler isso, essa distância, esse parar no tempo é que fode com os corações. Triste!

    Beijo grande, paz.

    ResponderExcluir
  7. E o pior de tudo, que isso é verdade demais.
    Acontece muito, com todo mundo, o tempo todo.


    ;**** Errrllen

    ResponderExcluir
  8. restos de amor...tão triste isso...
    beijo!

    ResponderExcluir
  9. Estou encantada. Primeiro com a qualidade do teu gosto musical, haha, adorei as músicas que indicou aqui do lado. E segundo, o jeito como escreve. É simplismente PERFEITO. Nossa, acho que parabéns é pouco para o jeito que transmite seus sentimentos. Estou seguindo, e estarei aqui mais vezes, estou apaixonada pelo teu blog. rs
    Se puder, dê uma olhada: http://memorias-escritas.blogspot.com/
    Beijos!

    ResponderExcluir

"Um sorriso que derreta satélites e corações gelados."