15/09/2011

Despedida [Prólogo]


Eu odeio o peso que a despedida causa em mim,
beberia Stella e Mojito até o céu girar e mudar de cor.

O primeiro vazio chegou acompanhado de agosto. Guardaria as mágoas entre os livros e as besteiras, mas sozinho não era possível, eu precisava de ajuda para isso. Continuei pedindo... pediu uma mão e depois a outra (...)
O segundo vazio chegou mais forte, foi quando descobri o verdadeiro significado das palavras: ausência, saudade e término (...)
O terceiro vazio foi o pior. Foi o vazio do adeus. Deu-me raios de sol, me fez feliz e partiu (...)

("Eu não quero sair da sua vida", era a única frase que vinha na cabeça dele)

Eder Fabricio e Erllen Nadine