04/09/2019

Hope is a dangerous thing...


Todos os dias e horas com Sylvia Plath
escrevendo em minhas paredes com sangue
porque a tinta da minha caneta não funciona no caderno

Não pergunte se eu estou feliz, você sabe que não estou
mas o melhor que posso dizer é que não estou triste (...)

Há uma nova revolução
uma evolução barulhenta que eu testemunhei
nascida da confusão e da conspiração silenciosa

Uma mulher moderna com uma constituição fraca
porque eu ainda tenho monstros embaixo da minha cama
dos quais eu nunca pude me livrar (...)

Esperança é uma coisa perigosa para uma mulher como eu ter -
mas eu tenho.