17 janeiro, 2014

Fragmento II

da série: Janeiro, tudo fora de lugar.

Sonhei que a saudade era uma cor,
que desbotava pelos olhos.

Nadine

Hector Vargas 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Um sorriso que derreta satélites e corações gelados."