08 maio, 2010

"Você sabe."

E. N. e M. F.

(...)
E. N. — Ele disse "você sabe". Eu não sei o que ele está falando. O que é que eu sei?
M. F. — Esquece isso.
E. N. — Já dizia Caio Fernando Abreu "passaram-se meses, ela não o esquecia".
M. F. — Já dizia Caio Fernando Abreu "eu vou dar na sua cara".
(Gargalhadas)
E. N. — "Quero esquecer completamente, sei que nunca esquecerei".
M. F. — Você vai esquecer... Eu consegui esquecer.
E. N. — Porque não era amor. Isso é amor?
M. F. — Era amor sim. E eu aprendi com isso.
E. N. — Se aprendeu, por que entrou na mesma rua sem saída de novo?
(Silêncio)
(...)

Uma conversa entre dois melhores amigos, sobre amores mal bebidos e à base de vodka. Hoje.

2 comentários:

  1. Esquece sim, vc tem amigos que lhe amam.

    ResponderExcluir
  2. esquece nada... hahah...

    mas vive-se bem...
    só que lembrando...

    ResponderExcluir

"Um sorriso que derreta satélites e corações gelados."