9 de outubro de 2010

Um diálogo

 Lídia Medeiros e E. N.

— Você disse a ele que o ama?
— Não, eu não disse nada do que eu sinto.
— Se você tivesse falado talvez ele não tivesse...
— Não ia adiantar. Você não entende.
— Como tem certeza? O que não entendo?
— Não era preciso dizer nada. Ele sabe que eu o amo, pelo jeito que eu olho para ele.
(Silêncio)


"Quis lhe pedir pra ficar, de nada ia adiantar."
(Os Paralamas do Sucesso)