05/01/2011

O tempo existe, sim, e devora


"Eles tem razão quando vem dizer, que eu não sei medir nem tempo e nem medo." (Los Hermanos)

A chuva apagou o cigarro, levou embora as cinzas, mas não cicatrizou as queimaduras. Se havia veneno nos pulmões, havia muito mais no coração. No instante que as horas quebraram-se, nos perdemos um do outro. O tempo não parou, para que eu juntasse meus pedaços. O tempo não voltou, para que eu te reconstruísse nos meus braços. O tempo não deu tempo, para que eu te guardasse na bagagem. Fui embora pela metade.

Erllen Nadine


Título: Caio F.