11/10/2011

Escrito em lenço de bar



A luz da lua invadiu a minha janela, para imitar a forma da tua sombra. Você desperta sorrisos, com poemas escritas em lenço de bar. Perco as chaves, escondo a mala, para você ficar. Te conto dos pecados e dos segredos, divido a xícara e o colchão; enquanto você protege a flor que está em seu bolso para depois me dar. Sussurro no seu ouvido em notas musicais: é uma loucura de sentimentos te amar. Agora vem, vem vestir meu corpo com o teu.

[todo dia o amor entrar pela porta do nosso coração]


Erllen Nadine