23 de janeiro de 2012

Tua

Mirage

A embriaguez das noites de verão misturava-se com a
batida dos corações que se arrastavam até o quarto.
Você vem banhado em amor. Beija os lábios, a alma.
Arranho tua pele, dedilha minhas curvas.
Prendo-te com as coxas. Tenho-te aos poucos.
Sussurros tornam-se trilha sonora de uma madrugada.
Encontro no teu corpo a fuga da solidão que nos persegue.
Sou tua, moço de largo sorriso e olhos castanhos.

Erllen Nadine

"(...) com aqueles olhos de comer fotografia." (Chico Buarque)