11 dezembro, 2014

bom par

Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças

Você entende minhas frases que ficam pela metade, toda vez que me perco nos seus olhares e nossas mãos se tocam lentamente. Nossas barreiras revelam mais do que somos capazes de dizer, iniciando essa intimidade desconcertante.
E se eu te contasse que tem sido meu segredo, amor imaginário igual aos filmes que gostamos. Na alegria e na insônia, quero me esconder debaixo do seu lençol, entre coxas e vinho barato, te beijar intensamente, confundir gemidos. Eis que esquecemos o caos dentro e lá fora, juntos cessamos nossas angústias. Cada vez mais você permeia meus pensamentos.
Não quero ter medo dessa corda bamba que estou me equilibrando. Ainda desconheço sua história tanto quanto você a minha. E te quero tanto quanto você me quer. O que estamos esperando?

Nadine

 “Dessa vez vou ser um bom par.” (Moptop)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Um sorriso que derreta satélites e corações gelados."