16 dezembro, 2010

II - das cartas que não são enviadas

Bem meu, para você, meu bem.

Eu quis te mandar um desenho, aquele desenho engraçado que você fez numa folha amassada, e havia também uma data, escrita em um guardanapo. Afinal, eram lembranças, eu queria que você ficasse com elas. Meu erro foi querer te proteger de qualquer mal que pudesse lhe alcançar. Eu não desisti, mesmo sabendo que daria errado, porque era você. Você. Eu quis te contar do estrago que a dor fez, mas quando vi você na minha direção, esqueci dos cortes. Mas o teu silêncio falou mais alto. Fui pela estrada torta, você pegou a contramão. Tranquei teu amor dentro de mim e entreguei as chaves para Deus. Sinto falta do "eu te amo" que você nunca me falou; e que eu disse, mas você não ouviu, porque já tinha dobrado a esquina.

Tô te esperando, principalmente aos sábados;
às 18 horas, na rodoviária de sempre.


Erllen Nadine

17 comentários:

  1. Que lindo... há um dia ele aparece, pode ter certeza!

    ResponderExcluir
  2. Minha doce Nadine passando pra deixar um beijos doce mto doce pra Ti e deseja uma linda sexta feira amada..- beijosssssssss

    ResponderExcluir
  3. Ah, essa proteção... quando conseguimos, é tão bom, mas quando não... fica um sentimento de inutilidade, né? Ai, sofri tanto com isso! Mas tá lindo teu texto, Nadine! Que chegue sábado às 18:00hrs e tu veja quem tu quer!

    ResponderExcluir
  4. aaaaaaain que lindo.
    amei como de costume
    1bj.

    ResponderExcluir
  5. Tudo aqui é tão romântica, meigo e bonito.
    Adorei.
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  6. Mas sabe, eu tenho uma frase que é, digamos... meu mantra. "Se for pra ser, será." Então Nadine, ergue esse teu queixo, menina. Olha pra frente, porque é de lá que vem as oportunidades. Às vezes é necessário deixar que o passado pertença ao passado, se não deu certo... olha pra frente. É melhor que ficar pensando sobre o que não foi, e o que poderia ser. E seus posts estão muito caidinhos, quero um sorriso no teu rosto, e quero alegria nos teus textos! Beijo, fica bem!

    ResponderExcluir
  7. "Sinto falta do "eu te amo" que você nunca me disse;"

    "E ninguém dirá que é tarde demais."

    Não consegui parar de fazer essa relação.
    Ler Nadine não é mais um prazer. É um vício.

    Admirador Secreto

    ResponderExcluir
  8. "Tranquei teu amor dentro de mim e entreguei as chaves para Deus".
    Lindo,lindo...
    conexão perfeita entre as frases.
    Ameii.
    Beijo meu.!

    ResponderExcluir
  9. que lindinhoooo
    amei,

    beijo querida,
    *.*

    ResponderExcluir
  10. Não pode, Nadine dos olhos de mel! Tu tem que sorrir, pelo menos um pouco. Não seja tão poetisa ao exprimir só a tristeza! Te conheço há tão pouco, e já te quero tão bem, e não quero te ver mal :/

    ResponderExcluir
  11. .

    Sempre uma delícia ler seus textos, Nadine.

    Estradas desencontradas, mas quem sabe um atalho os aproxime novamente.

    Beijo grande

    .
    .

    ResponderExcluir
  12. Eu quis te contar do estrago que a dor fez, mas quando vi você na minha direção, esqueci dos cortes.

    eu sempre me esqueço dos cortes, é incrivel, como ele tem a capacidade de estar tão perto todo momento~.
    e um olhar, um momento, faz com quem eu esqueça da dor. mas ele se vai, e é ela que fica.


    meu bem,, espero pelo dia que escrevremos aqui alegrias sem fim, não que elas não estejam presentes agora, não digo isso. mas essa dor se destaca tanto que parece não haver mais nada aqui.

    desisti da ideia de que isso passa, que cura, mas mesmo assim desejo a nós remedios à tudo isso.

    uma bela noite.

    ResponderExcluir
  13. é que teu nome é muito poético, por isso surgem coisas assim, como "nadine dos olhos de mel" IUHSUIHDASUHDIU não acho que tu pareça sempre triste, mas é que eu fico imaginando um post teu todo assim, felizinho u_u' enfim, beijão menina ;*

    ResponderExcluir
  14. Caramba... Quantas vezes eu disse "eu te amo" e ele não ouviu também, nem percebeu... =/
    Ain ain...

    ResponderExcluir
  15. e sempre nos esquecemos que poderia doer mais um pouco, gritar o eu te amo mais alto, voltar todo o caminho para traz... mas vezes nos esquecemos mesmo, as vezes não aguentamos mas a dor.

    que lindo que ficou este texto !
    ;*

    ResponderExcluir
  16. Lindo, muito lindo, me fez lembrar pessoas que passaram/estão em minha vida, que tenho um desenho dela e um guardanapo com uma data e algo escrito *-*

    ResponderExcluir

"Um sorriso que derreta satélites e corações gelados."